Para vencer com Conteúdo, não é preciso ser um super-herói

Para vencer com Conteúdo, não é preciso ser um super-herói

A criação de conteúdo é amplamente falada no momento atual do marketing. Essa estratégia tem grandes chances de dar certo quando planejada e desenvolvida com qualidade. Criar conteúdo dessa forma pode ser o passaporte em direção ao sucesso, seja para uma marca ou para um jovem que gosta de escrever sobre um nicho específico.  O publicitário Matheus Ferreira se encaixa no segundo grupo e teve êxito ao explorar o universo geek com um enfoque diferente do que se via até então. O jovem uniu a cultura nerd ao mundo da publicidade e, em maio de 2013, criou o blog Geek Publicitário. À época, Matheus estava no último ano da faculdade e percebeu que poderia criar algo relevante e vencer com conteúdo.

A temática geek foi o primeiro indício de que o blog poderia ter sucesso, pois existe uma legião de fãs fiéis a seus personagens favoritos. A fidelidade, naturalmente, se estende a toda sorte de conteúdos produzidos em torno desse campo, por isso quem pensa com uma cabeça mais geek tende a triunfar na criação de conteúdo.

“Nos últimos anos, o universo geek cresceu muito. As crianças que liam quadrinhos e jogavam videogame cresceram e agora são pais e mães realizados com alto poder aquisitivo. Com isso o mercado passou a olhar com bons olhos sobre o universo Geek”, avalia Matheus. A existência de um público assíduo e com bom poder aquisitivo logo gerou uma concorrência acima da média dentro do segmento. Em um ambiente saturado, apenas os mais qualificados se destacam.

Tudo no seu tempo

O primeiro desafio do Geek Publicitário era sobressair em meio a uma infinidade de blogs e portais. A empolgação inicial logo deu lugar a uma visão mais consciente. “No começo, eu era meio ingênuo, achava que escrever posts seria suficiente para trazer leitores. Logo vi que não é bem assim. Eu tinha duas opções: fazer grandes investimentos ou trabalhar duro, com conteúdo original e de qualidade. Optei pela segunda”, conta Matheus. O blog se tornou, desta forma, um exemplo bem-sucedido de marketing de conteúdo. Mais do que isso, o trabalho de Matheus mostra que a criação de conteúdo não é uma fórmula mágica que traz resultados imediatos, mas o fruto de um trabalho bem feito pensando a médio e longo prazo. Hoje um sucesso, Matheus lamenta que muitos criadores de conteúdo não tenham a paciência necessária para ter êxito. “Vejo que muita gente começa esperando retorno rápido, mas por falta de audiência acaba desistindo de projetos incríveis”.

vencer com conteúdoUniversos complementares

A persistência foi um fator importante para o sucesso do Geek Publicitário. Mas ela não seria suficiente caso o conteúdo não atendesse de fato a uma demanda do público. “Havia uma lacuna na forma como blogs especializados em publicidade falavam do universo Geek e vice-versa. Eu não encontrava um único texto que juntasse os dois de forma embasada e coerente”, conta Matheus. O publicitário fala com a propriedade de alguém que não apenas trabalhava com marketing, como fazia clipping de notícias na empresa em que trabalhava. Sua paixão pelo universo geek aflorou nessa época.

Escrever sobre algo que gosta foi outro aspecto decisivo para o sucesso do blog, pois isso ajudou Matheus a sempre seguir em frente. “Me lembro sempre da história da Reader’s Digest que ouvi na faculdade. A revista surgiu como uma grande união de coisas aleatórias que seu criador gostava e acabou virando best-seller”.

Pense mobile

As estratégias de conteúdo que funcionam hoje em dia invariavelmente têm boa adaptação no mobile. O caso do Geek Publicitário não é diferente. O blog é responsivo e tem bastante audiência em tablets e smartphones. “O chamado ‘mobile first’ já não é nem uma tendência, mas uma realidade. Alguns falam até em ‘mobile only’, pois em breve a esmagadora maioria do público irá consumir conteúdo apenas por seus dispositivos móveis”, avalia Matheus Ferreira.

Para ter conteúdo, não é preciso ser geek

Está claro que o universo geek é bem receptivo a novos conteúdos, mas isso não quer dizer que outros segmentos não possam se beneficiar de uma estratégia focada na criação de conteúdo. Segundo Matheus, “qualquer marca não só pode como deve investir em conteúdo”. O publicitário busca entender o perfil do consumidor atual para justificar sua posição: “Hoje o consumidor tem maior consciência na tomada de decisão e as marcas que mais conversam com seu público se beneficiam disso”.

E você? O que está esperando para adotar uma estratégia de conteúdo? 😉

2016-10-14T15:50:16+00:00 14/10/2016|